Ultimas Postagens

segunda-feira, 24 de abril de 2017

#Divulgação Illuminare: Destaque de Autores Nacionais em Eventos em Buenos Aires


A Illuminare estará destacando 6 autores nacionais em dois eventos em Buenos Aires agora em maio.

Os eventos são:
3ª Feira do Livro Livre - Patrocinado pela Illuminare - a se realizar no Centro Cultural Brasil Argentina - Buenos aires/Argentina
5 de maio as 19:00




43ª Feira Internacional do Livro
6 de maio das 16 as 18:30
Stand da Embaixada Brasileira.




Os livros que serão lançados nesses dois eventos são:



LIVRO: GRITOS DE REVOLTA
Crônicas de Protesto Social




LIVRO: MULHERES FATAIS
Contos Policiais



LIVRO: ESCRITOS DE UM VERÃO
Contos, crônicas e poesias temática livre


LIVRO: ESPINHOS E ROSAS
Historia de Vida - Edição Bilingue Portugues/Espanhol




Todos os autores abaixo, estão em algum dos livros acima.
Os autores que a Illuminare vai apresentar sao:

Carlos Aparecido da Silva Abreu, natural de Taubaté. Pseudônimo Carlos Asa. Formado em magistério, organizou grupo de teatro estudantil exercendo as funções de ator, diretor, escritor e coordenador do grupo. Trabalhando com peças próprias, priorizando a participação das crianças e jovens da escola com o objetivo de promover a socialização e desenvolvimento emocional, com participação em duas edições do Festival de Teatro Estudantil promovido pelo SENAC Taubaté. Faz parte, atualmente, do quadro de servidores do Ministério Público do Estado de São Paulo. Autor de diversos contos em antologias. Autor do livro A Pequena Florista.

Fernando Nunes, natural de Porto Alegre, advogado e Membro da ALB (MG) e da ALUBRA (SP). Diversos contos publicados em coletâneas e antologias. Autor do livro Microcontos Ecléticos.

Alexandre Braoios, paulista, biomédico, docente da Universidade Federal de Goiás – Regional Jataí. Possui contos publicados em diversas antologias. Autor do romance Coisas de Menino.

Cecília Torres, nascida em São Paulo. Professora, pós-graduada em Literatura e Língua Portuguesa pela Unip, trabalha como professora de português e inglês. Já publicou diversos contos em antologias e coletâneas.

Valéria Gravino, advogada, articulista, possui dois títulos de MBA. Autora do livro “A responsabilidade do sócio na execução fiscal”, que alcançou o 1º lugar dos mais vendidos da Amazon e de “Enquanto espero”, concorrente do Prêmio Kindle de Literatura 2016. Publicou diversos contos em antologias.

Tito Prates: escritor e pesquisador literário. Publicou o livro Viagem à Terra da Rainha do Crime e diversos contos em antologias nacionais e internacionais. Ganhador de prêmios literários, lançou em 2016 a única biografia em língua portuguesa de Agatha Christie "From my Heart". Embaixador brasileiro de Agatha Christie (“cargo” concedido em Londres por Mathew Prichard, neto e administrador do legado da escritora).


Importante: NENHUM autor pagou absolutamente nada para participar de nenhum dos dois eventos. A Illuminare esta patrocinando os eventos e conquistando esses espaços para seus autores.

As entradas da Feira Internacional do Livro, os livros para divulgar, doar e sortear, camisetas, banners e brindes tudo é patrocinado pela Editora.

Link dos dois eventos: https://www.facebook.com/events/285205435234134/

https://www.facebook.com/events/1877914292440472/

Boa tarde!!

quarta-feira, 12 de abril de 2017

Velozes e Furiosos 8 - Premiere Nacional e inicio do meu canal!

Velozes e Furiosos 8 - Premiere Nacional e inicio do meu canal!

Bom dia, boa tarde ou boa tarde galerinha! Eu(Lucas Sakai)e meu amigo Rodrigo Cardoso tivemos a sorte de sermos sorteados na promoção do Cinemark por termos participado de uma atividade interativa de imersão dentro do trailer do Velozes e Furiosos 8(a experiência acontece entre os dias  8 e 16 de abril). A promoção daria direito a dois ingressos para assistir Velozes e Furiosos 8 na Premiere Exclusiva para imprensa.

Então vi esta oportunidade para apertar o botão de START do meu canal no youtube"Canal em Movimento".

Link do canal: https://www.youtube.com/channel/UCZy5-gFnIQMGgjU63w5p4Iw

O resultado deste vídeo que fiz em parceira com a Viviana você pode conferir a baixo! Espero mesmo que gostem, da review sobre esta noite especial! E contem com próximas análises do mundo nerd, HQ's, filmes, series, esportes e gastronomia!




See ya! 

domingo, 26 de março de 2017

Livros Nacionais sendo resenhados....


Imagem tirada do site Skoob


Nessa imagem acima, possui o link da lista dos 10 livros mais resenhados no Skoob em fevereiro, e ficamos muito feliz em encontrar uma Nacional, entre elas. Sim, Diário de Uma Escrava de Rô Mierling, 100% nacional, está entre os mais lidos nacionalmente e internacionalmente.
Com isso é visível ver o crescimento da literatura nacional, muitos estão saindo Wattpad para as livrarias, e como é possível ver muitos autores nacionais em livrarias grandes e pequenas, com parcerias com alguns autores, sei que muitos deles tem seus livros como forma didática para leitura de crianças nos primeiros anos iniciais, e mais ainda,  alguns estão sendo traduzidos para outras línguas.


Sim, o crescimento de livros nacionais tem sido um atrativo para que muitos deles saiam de colunas de blog, sites para leituras como Wattpad, Perse e Clube de Autores, entre outros, e invadindo as livros, o que achei incrível, pois eu ainda amo o livro físico e desejando muito ler alguns nacionais que andei conhecendo, mas que ainda eram publicados como e-book ou pdf.

Neste tempo que tenho com o Blog, tenho conhecido tantos livros nacionais, muitos com histórias que superam alguns estrangeiros, acabamos por nos sentir mais próximos de nossos autores prediletos, mais comunicativos com outros blogueiros ou leitores que estão contribuem com a divulgação de nossas obras nacionais.
O mundo da Literatura Nacional, está vivendo uma grande transformação.

Boa tarde!

segunda-feira, 20 de março de 2017

Lançamentos Illuminare


Aconteceu em São Paulo no dia 11 de março de 2017 - EM BARUERI - SP


5ª TARDE LITERÁRIA - Editora Illuminare - São Paulo

Uma tarde de literatura cheia de autores talentosos, sorteio de livros, lançamento de novos títulos da editora Illuminare e muito mais.

LOCAL: Biblioteca Municipal de Barueri Eny Cordeiro
Rua Ricardo Peagno, 78.
HORA: 14:00 AS 17:00

LANÇAMENTO DAS ANTOLOGIAS:

REIS E RAINHAS - Contos medievais

ANJOS E DEMÔNIOS - Contos fantásticos

Haunting e Poltergeist - contos de assombrações e fantasmas.


AVENIDA MUSKINESSE 666 - Livro oriundo da I Oficina Literária - Contos de Suspense e Terror


LANÇAMENTO DO LIVRO SOLO:
Coma - de Carol Dantas

A Entrada foi Gratuita!

sábado, 4 de março de 2017

#Parceiro Novo no Blog

Sim, com muita honra, conto-lhes que Devore um Livro ou Filme, está com um novo Autor Parceiro.
Escritor da Literatura Infanto-Juvenil, nesta parceria seremos apresentados aos seus livros, com divulgações e resenhas.

Conheçam mais sobre ele.

Professor e Escritor
Lucinei M. Campos



Nascido em 16 de outubro de 1983, Lucinei M. Campos é um jovem professor e escritor de alma e profissão. Carioca, foi criado nas ruas da Maré, um dos maiores complexos de favelas do Rio.Formou-se em História e se especializou em História da África e da Diáspora Africana no Brasil. Divide sua carreira de escritor lecionando na rede pública estadual de ensino local para jovens, adolescentes e pré-adolescentes.Atua no mercado literário como autor independente, sendo conhecido como o Mago Branco, devido à fantasia de um dos personagens de seus livros, que utiliza em suas apresentações. Além da série Lavínia, acaba de lançar o romance juvenil Violeta não Sabe Amar, sua primeira obra no formato digital.Lavínia e a Árvore dos Tempos, lançado em 2014, veio para concretizar um sonho de menino em ver uma criação sua sair do seu imaginário e se integrar ao de outras pessoas: adultos, jovens e crianças que, assim como ele, tem o espírito inquieto a procurar e a contar sempre novas e boas histórias. Lavínia e Magia Proibida, lançado na Bienal do Livro do Rio, em 2015, dá continuidade a esse sonho.Ambos os livros são infantojuvenis que abordam ao mesmo tempo fantasia e realidade, com temas recorrentes e atuais, mas com leveza e humor. Talvez por isso, tem sido muito bem aceito entre esse público e os demais, estando sempre presentes em eventos do ramo, inclusive em outros estados. Em 2016, os livros percorreram importantes eventos literários, como o Flipoços, o Salão do Livro Vale do Aço, as bienais do livro de Minas e de Juiz de Fora; além da de São Paulo e de Brasília.Devido a sua ligação com o universo escolar, os livros têm sido adotados como paradidáticos em turmas dos ensinos fundamental e médio de escolas públicas e particulares do Rio, se encaminhando para serem distribuídos em outros estados. 
Abaixo uma pequena entrevista para sabermos mais.

1 - Quem é Lucinei Campos?

Hum... Não podemos começar com uma mais fácil? rs rs Olha, Lucinei M. Campos é um ser humano que desde cedo não se contentou em passar por essa vida só por passar. Quer deixar um legado, uma marca. E, para isso, busca criar mundos e personagens por meio da literatura.

2 - Nos conte como começou a escrever, alguma inspiração ou incentivo?
Incentivo, nenhum. No meu tempo, o Brasil não levava muito a sério esta coisa de literatura (espero que um dia isso seja respondido assim). Bem, meus pais não eram de escrever, no entanto, eles me inspiraram devido às histórias que me contavam. Eu sempre amei querer saber o que as pessoas achavam sobre o que eu fazia. Este contato por meio da literatura é bem mais direto.

3- O livro Lavínia e Árvore dos Tempos foi o primeiro passo para sua entrada na Literatura, uma história infanto-juvenil que tem sido muito bem divulgada, que até está sendo utilizada para leitura no Ensino Fundamental, como se sente ver sua primeira obra (a qual possui continuação) tendo esse destaque e valorização. Quais são seus outros livros? Destaque pontos deles que acha importante.
É como ver uma filha se formando. Lavínia e a Árvore dos Tempos foi a primeira obra publicada, mas não a escrita. Pensei muito na hora de correr atrás para me lançar, pois para um autor novo no mercado, chegar logo com uma série, no mínimo ele deveria ter uns 5 mil amigos ou parentes para ajudar a divulgar e a comercializar. rs Mas eu acreditei na história como um potencial que leva o leitor a um novo mundo de magia, representado pelo nosso folclore e vivido em nosso país. Ficava com certa inveja dos EUA, onde nos filmes e livros tudo acontece lá. Aliens descem, o mundo acaba, deuses aparecem. Por que não no Brasil? Por que não retratando o nosso cotidiano, dialogando sobre os nossos problemas? O livro e sua continuação – Lavínia e a Magia Proibida – trazem como personagem principal uma menina negra e abordam, entre outras coisas, a questão do bullying no ambiente escolar. As escolas vêm entendendo a relevância de temas como esses e dando abertura para a história ser inserida em sala de aula, já com os mais jovens. Sobre outros livros, além da série Lavínia, eu tenho publicado o romance juvenil Violeta não Sabe Amar, disponível em e-book, na Amazon. Tenho o Eu Odeio o Jonas, não publicado ainda, mais dois livros prontos e quatro a caminho, escritos simultaneamente. Cada um trabalha um pouco sobre aspectos da humanidade. Gosto de fazer uma crítica sobre nossa sociedade, a forma como vivemos, e isso é percebido em cada livro. Estou preparando surpresas para este ano ainda...

4- Você como muitos outros autores nacionais vem ganhando destaque e ajudando a romper este preconceito que alguns leitores tem com nossa literatura, você acha que nossos talentos nacionais estão tendo o mesmo destaque que os autores best-seller  de fora ou ainda precisamos de mais destaques? 
O que os autores nacionais conquistaram até hoje é muito pouco se comparado ao patamar alcançado por um nome de fora. E não por merecimento, mas por reconhecimento. Basta você entrar em algumas livrarias. Há um espaço para autores nacionais, no qual a maioria dos livros fica de lado. Isso retira a vontade de muitos leitores de desbravar as histórias contidas neles, uma vez que sequer conseguem visualizar as capas e os nomes dos autores contidos ali. Muitos ainda valorizam mais o estrangeiro que o conterrâneo. No entanto, como qualquer processo de mudança, esse também é gradual e lento. Claro que o trabalho de uma das linhas de frente do autor nacional vem ajudando muito esse processo, o realizado pelos blogueiros. Muitos autores nacionais têm seus livros divulgados não somente pela capa, mas por uma boa resenha que apresente o conteúdo para os leitores e desperte o seu interesse para a leitura da obra; além dos comentários, indicações e outros esforços que estes profissionais empreendem.

5- Como leitor quais são os seus livros favoritos? Busca inspirações neles?
Vários: O Guia do Mochileiro das Galáxias, Clube da Luta, Jurassic Park, O Iluminado, A Era das Revoluções, Além do que os Olhos Podem Ver. Sim, busco inspirações em cada um, nas várias formas de traçarem suas histórias.

6- Encerrando quais são os conselhos que você daria aos leitores que estão começando a se aventurar agora na nossa literatura nacional? 
Se estiverem em uma livraria e encontrarem um autor por lá, deem uns cinco minutos a ele. Ouçam sua história. Sejam curiosos. Estejam disponíveis ao novo. Há muita coisa boa em nosso meio, basta olhar para os lados.

Um livro: O Guia do Mochileiro das Galáxias
Uma trilogia (livro ou filme): Matrix
Uma palavra: Criação
Um sentimento: Esperança
Um lugar: Minha mente
Um personagem: Elden (Lavínia e a Árvore dos Tempos)
Um autor/autora: Douglas Adams
Uma frase: Só o que sinto explica o que faço. (Lucinei M. Campos)